Protocolo de Branemark

Tempo de leitura: 4 minutos

A mastigação é essencial para ter uma ótima saúde. Como vimos no post Como comer SEM engordar, nós conseguimos evitar vários problemas de saúde quando temos uma boa mastigação.

Isso é o que eu sempre falo para todos os meus pacientes. Mas um belo dia chegou um paciente e disse:

– Doutor, é muito lindo tudo isso que você falou sobre mastigação e sobre ter cuidado com os dentes, mas eu não sabia de nada disso na época e agora eu tenho pouquíssimos dentes na boca e morro de vergonha de dar um sorriso. Como resolvo meu problema agora?

Para resolver o problema desse paciente, teríamos que fazer o que chamamos de Reabilitação Protética.

Reabilitação Protética

A reabilitação protética é todo tratamento protético que tem como função restabelecer a mastigação e a estética do paciente. No caso de pacientes que apresentam um comprometimento da função e forma dos dentes em um nível avançado, a abordagem mais comum é a reabilitação protética total, que nada mais é do que a remoção de todos os dentes restantes e substituição por uma prótese.

Com o aparecimento de novas técnicas  e materiais na odontologia nós conseguimos usar os implantes para aperfeiçoar a reabilitação protética total, gerando assim mais conforto para o paciente.

Com apenas alguns implantes, nós podemos fixar uma prótese total para que o paciente consigo sorrir, gargalhar e comer basicamente qualquer coisa sem nenhum receio ou medo da prótese cair ou machucar a gengiva.

Quanto tempo demora o implante?

A implantodontia surgiu na Suécia em 1965, quando o professor Per-Ingvar Brånemark iniciou os estudos que culminaram com a descoberta da Osseointegração. A Osseointegração é nada mais do que a integração do implante no osso do paciente de maneira duradoura e sem danos futuros. Nessa época, o professor Per-Ingvar Brånemark desenvolveu uma técnica que chamamos hoje de convencional.

Por-que-reclamamos-tanto-da-falta-de-tempo

Técnica Convencional

Nessa técnica, o paciente é submetido à dois procedimentos cirúrgicos. O primeiro momento é feito a implantação dos parafusos através de uma cirurgia para em um segundo momento depois de 6-8 meses (tempo necessário para cicatrização e do reparo ósseo) ser feito uma nova cirurgia para expor os implantes e assim poder moldar e começar a confecção da prótese.

Essa técnica foi muito usada no passado e ainda é usada hoje em dia em alguns casos. Mas com o avanço das pesquisas e dos materiais, foi desenvolvida uma técnica que não obriga o paciente ficar 6-8 meses sem seus dentes sem poder sorrir ou sequer mastigar, a chamada técnica da carga imediata.

Técnica da Carga Imediata

Nessa técnica, o paciente é submetido à apenas uma etapa cirúrgica. Nessa cirurgia é feito a implantação dos parafusos e a moldagem para confecção da prótese. Por ser em apenas uma etapa, o paciente tem um pós-operatório muito mais confortável e sua prótese é adaptada em até 72 horas! Isso mesmo, 3 dias!

Vale lembrar que a escolha da técnica é feita pelo Implantodontista. Ele vai avaliar os riscos e os benefícios de cada uma e optar pela que melhor se encaixar no planejamento, para que o paciente tenha uma melhor recuperação e o implante seja um sucesso.

Voltando para o problema que o paciente me apresentou, nós temos um caso onde a reabilitação total é indicada. Para quem leu o post sobre Tipos de Implantes dentários sabe que nesse caso o ideal seria usar um Protocolo de Branemark.

Protocolo de Branemark

No Protocolo de Branemark nós usamos alguns implantes como pilares para pode sustentar e fixar uma prótese total. Esse tipo de reabilitação total é a que mais traz mudanças e transformação na vida dos meus pacientes.

Na mesma etapa cirúrgica são removidos todos os dentes do paciente (se o paciente não tiver dentes, melhor), depois são implantados de 4 a 6 implantes para depois de 72 horas parafusar uma prótese total (todos os dentes) e o paciente voltar a mastigar.

Mas parando pra pensar, para fixar uma prótese de todos os dentes, precisaríamos de muitos implantes, correto?

Não!

Técnica all-on-4 

Nessa técnica, nós usamos apenas quatro implantes para fixar uma prótese total.  Por isso o nome All-on-4 (Tudo em quatro).

protocolo de branemark

 

Com essa técnica, conseguimos reabilitar o paciente que chega no consultório com o seguinte problema: Eu não consigo mastigar, eu não consigo sorrir, por conta disso eu não tenho autoestima, isso me prejudica no trabalho, nas reuniões de família e na minha vida amorosa. E com isso conseguimos levar esse paciente a um estado de alto estima, com mastigação perfeita e com muita segurança.

 

Assista abaixo um vídeo onde eu falo mais sobre esse assunto

 

Espero que tenham gostado.

Boa Semana!

2 Comentários

    1. Marina Melo

      Leticia, espero que você possa fazer, um dia. Saúde é um dos nossos bens mais importantes.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *